top of page

Corretores organizam simpósio sobre combate a transações ilícitas



Falar sobre lavagem de dinheiro e financiamento ao terrorismo é algo especialmente valioso, em um momento como o atual, em que o mundo assiste a uma nova guerra que, em última análise, recebeu patrocínio de dinheiro ilícito.

No mercado imobiliário, essa questão já vem sendo estudada e fiscalizada há décadas e o Sistema Cofeci-Creci está intensificando esforços para que as possibilidades de realização de transações suspeitas sejam minimizadas nesse segmento.

E foi esse o espírito que se buscou com a rea-lização do SIPLAD – Seminário Internacional de Prevenção à Lavagem de Dinheiro – entre os dias 17 a 20 de outubro, em Foz do Iguaçu. O evento reuniu presidentes, conselheiros e representantes de Conselhos Regionais de todos os Estados para participarem de palestras com vários especialistas nesse assunto.

A iniciativa partiu de uma parceria entre o Sistema Cofeci-Creci, a American Bar Association – a maior associação voluntária mundial de advo-gados - e a GovRisk – uma consultoria inglesa que promove aconselhamento e reformas para reduzir a impunidade no mundo.


Entre os conferencistas renomados, estavam o procurador do Ministério Público do Trabalho, Gustavo Rizzo Ricardo; o ministro do Tribunal de Contas da União, Augusto Nardes; o ex-presidente do COAF, Gustavo Augusto Rodrigues; e o diretor de supervisão do COAF, Rafael Bezerra de Vasconcelos.


Também debateram sobre o tema, o diretor da ABA Paraguai, César Pastore; e os representantes da GovRisk, Alejandro Broquetas e Joaquim da Cunha Neto.


Em paralelo ao seminário, foram organizadas oficinas com os responsáveis pelas áreas jurídica, de fiscalização e superintendência dos CRECIs, para alinhar procedimentos e definir padrões de conduta pertinentes a essas entidades. “Saímos daqui empenhados em implantar ações que contribuam para a melhoria do mercado imobiliário, beneficiando, assim, toda a sociedade”, comentou o presidente do CRECISP e vice-presidente do Cofeci, José Augusto Viana Neto.


Fonte: Assessoria de Comunicação do Creci/SP


Comments


bottom of page