top of page

Brasil brilha no VIII Congresso Imobiliário Latino-Americano

Atualizado: 4 de dez. de 2023

O presidente João Teodoro fala sobre este importante evento realizado em setembro. Dentre 17 membros da CILA presentes, nenhum foi mais lembrado e laureado do que o Sistema Cofeci-Creci!



A Vice-Presidente de Integração Feminina do Cofeci, Márcia de Sá, tomou posse como membra do grupo “CILA Mulher



Nem só de trabalho vive o homem. É preciso comemorar os bons momentos, mas sem esquecer da lenda romana: cada general, ao desfilar orgulhoso após uma batalha vitoriosa, um servo repetia insistentemente ao seu ouvido: Lembra-te de que és mortal! Pois é! Tudo na vida passa, inclusive ela própria. Dito isso, rememoremos o VIII Congresso Imobiliário da CILA - Confederação Imobiliária Latino-Americana, no Panamá (20 a 22/setembro). Dois dias antes, ao custo de USD 45 per capta, Barcellos e eu frequentamos um magnífico curso de negócios imobiliários.


O curso foi ministrado em duas turmas, uma em inglês e outra em espanhol, para cerca de 250 alunos, no total. Professores, material didático e metodologia foram fornecidos pela NAR – National Association of Realtors, dos EUA, em parceria com a CILA e a Associación Panameña de Corredores y Promotores de Bienes Raices (ACOBIR). Elogios, sem qualquer crítica, não poderiam ser mais abundantes. Excelente modelo a ser seguido pelo Brasil, a exemplo do que já fazemos com os CIPS – Certified International Property Specialist (Corretores Internacionais).


Merece destaque a comemoração dos cinquenta anos de fundação da ACOBIR que, a despeito de pertencer a um país pequeno em extensão territorial, com menos de cinco milhões de habitantes, demonstrou galhardia em sua capacidade de acolhimento, organização e realização. Vale lembrar também que o Congresso da CILA foi realizado em comemoração aos seus dez anos de fundação legal. O Estatuto da CILA prevê rotatividade anual do cargo de Presidente entre os países-membros. O objetivo é difundir a cultura dos diferentes países no subcontinente.


Por outro lado, esse sistema tende a dificultar a continuidade de projetos de longo e médio prazo, já que cada presidente ao chegar tem suas próprias ideias. A fim de mitigar esse entrave, os presidentes são eleitos cerca de ano e meio antes de sua posse. Assim, podem assenhorear-se dos projetos em andamento e assumi-los como seus. O formato também, presumivelmente, minimiza embates políticos. Tem dado certo! Com dez anos de existência, a CILA já se apresenta com suficiente maturidade como órgão integrador do mercado imobiliário latino-americano.


O Sistema Cofeci-Creci foi representado por mim, João Teodoro, pelo Diretor Ajunto de Relações Internacionais, Luiz Fernando Barcellos, e pela VP de Integração Feminina, Márcia de Sá, que tomou posse como membra do grupo “CILA Mulher”. Também presente ao encontro, estava o Corretor de Imóveis João Araújo, de MS, que, sacando sua indelével bandeira brasileira, para nossa grata surpresa, foi agraciado com dois destaques: o troféu Jovenes de Cila 2019 a 2023, grupo da CILA ao qual pertencera, e o troféu Inmobiliário Senior del Año.


Ainda, o Sistema Cofeci-Creci foi homenageado, na pessoa de seu presidente, como organismo idealizador, fundador e apoiador da CILA em seus primeiros anos de existência. O Senhor Francisco Pesserl foi lembrado por seu laborioso trabalho na secretaria executiva da CILA, cedido pelo Cofeci. Na solenidade das bandeiras, a honra de portar nosso símbolo pátrio foi cedida ao Sr. Marcelo Ribeiro, brasileiro residente há 20 anos no Panamá. Dentre 17 membros da CILA presentes, nenhum foi mais lembrado e laureado do que o Sistema Cofeci-Creci.



O paranaense João Teodoro da Silva iniciou a carreira de corretor de imóveis em 1972. Empresário no mercado da construção civil, graduado em Direito e Ciências Matemáticas. Foi presidente do Creci-PR por três mandatos consecutivos, do Sindicato dos Corretores de Imóveis do Paraná de 1984 a 1986, diretor da Federação do Comércio do Paraná e é presidente do Conselho Federal de Corretores de Imóveis desde 2000.

Comentários


bottom of page