Artigos

Não há zona segura na economia global

Economia GlobalPara dezenas de milhões de desempregados a crise continua, embora a economia mundial deva crescer em torno de 4,5% em 2011 e 2012 e o setor privado volte a ser, gradualmente, o principal motor da atividade no mundo rico. Empregos, empregos, empregos, insistiu o diretor-gerente do FMI, Dominique Strauss-Kahn, expressando sua preocupação diante do quadro global. Mas empresas só contratam pessoal quando há uma razoável confiança na evolução dos negócios e na firmeza da economia. Ainda faltam essas condições na maior parte do mundo rico e a recuperação continua desequilibrada. A era pós-crise ainda não começou e novos desafios se impõem tanto aos países desenvolvidos quanto aos emergentes.

 

Leia mais:Não há zona segura na economia global

Venda de imóvel novo mais que dobra entre janeiro e fevereiro

Mercado ImobiliárioAs vendas de casas e apartamentos novos na cidade de São Paulo mais do que dobraram entre janeiro e fevereiro deste ano. Uma pesquisa divulgada nesta segunda-feira (18) pelo Secovi-SP (sindicato da habitação) mostrou que foram comercializadas 1.869 unidades no segundo mês do ano, contra 830 de janeiro (alta de 125% de um mês a outro).

Leia mais:Venda de imóvel novo mais que dobra entre janeiro e fevereiro

Apenas metade dos corretores de imóveis no país domina um segundo idioma

Para o presidente do Cofeci, presença confirmada no “Corretor Global”, o domínio de uma língua estrangeira abre caminhos para a atuação global

Embora mais de 200 mil corretores de imóveis estejam em atividade, nem todos têm condições de atender ao mercado internacional e atuar de forma global. Pesquisa realizada pelo Sistema Cofeci/Creci com os profissionais inscritos aponta que apenas 50% se comunicam bem na língua inglesa, 36% leem e escrevem em espanhol,e 11,5% falam e escrevem em francês. “O segundo idioma habilita o corretor de imóveis a intermediar negócios com estrangeiros e contribui para a atuação global ”, afirma o presidente do Conselho Federal dos Corretores de Imóveis (Cofeci), João Teodoro da Silva, presença confirmada no evento “Corretor Global”, que ocorrerá no dia 26 de abril, no Centro de Convenções Bolsa do Rio, no Rio de Janeiro.

Leia mais:Apenas metade dos corretores de imóveis no país domina um segundo idioma

Creci-RJ promove eventos gratuitos de aperfeiçoamento para profissionais do setor imobiliário

Série de palestras tem início nesta quarta-feira

O Conselho Regional dos Corretores de Imóveis do Estado do Rio Janeiro (Creci-RJ) promove três eventos gratuitos de aperfeiçoamento  profissional relativos ao setor imobiliário no mês de abril.

Leia mais:Creci-RJ promove eventos gratuitos de aperfeiçoamento para profissionais do setor imobiliário

Mercado imobiliário aquecido atrai até cinco novos profissionais por dia

O superaquecido mercado imobiliário da capital do país não para de atrair gente de outras áreas para o mundo da corretagem. O número de vendedores de imóveis em atuação no Distrito Federal cresceu 21,8% em 2010, contra 13% da média nacional. Levantamento divulgado pelo Conselho Federal de Corretores de Imóveis (Cofeci) revela que, entre dezembro de 2009 e o mesmo período do ano passado, o total desses profissionais pulou de 8.074 para 9.834 — são 1.760 novos profissionais no mercado. Significa dizer que o DF ganhou, em média, quase cinco corretores por dia.

Leia mais:Mercado imobiliário aquecido atrai até cinco novos profissionais por dia

Sub-categorias

rodape