Mercado Imobiliário

Vendas de imóveis novos na cidade de São Paulo caem 38%

São PauloA venda de imóveis novos na cidade de São Paulo registrou forte desaceleração no primeiro bimestre deste ano. As 2.699 unidades novas comercializadas no período representam um recuo de 38,2% em relação ao mesmo período do ano passado.

 

Os dados foram divulgados nesta segunda-feira pela pesquisa mensal de mercado imobiliário do Sevovi-SP (Sindicato da Habitação).

 

O indicador de desempenho de vendas também recuou em relação ao ano passado. O VSO (Vendas sobre Oferta) caiu de 16,2% no primeiro bimestre de 2011, para 10% nos dois primeiros meses deste ano.

Já os lançamentos tiveram alta de 56,8% na cidade na comparação entre os dois períodos, segundo dados da Embraesp (Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio). Foram 3.503 unidades lançadas, sendo a maior parte delas em fevereiro.

Para o economista-chefe do Secovi, Celso Petrucci, ainda é prematuro afirmar que o desaquecimento do primeiro bimestre irá se consolidar nos próximos meses do ano.

FEVEREIRO

Os dados de fevereiro mostram um avanço em relação ao primeiro mês do ano, com alta de 125,25% e 1.869 unidades vendidas. Apesar disso, o número é 34,6% menor do registrado no mesmo mês do ano passado.

O imóvel predominante nas vendas de fevereiro foi uma unidade de dois dormitórios, com área útil de até 130m², um preço médio de R$ 180 mil e localizado nas zonas Sul, Leste e central. Cerca de 86% dos negócios foram fechados no período de lançamento, que considera os primeiros seis meses depois da inauguração.

REGIÃO METROPOLITANA

A capital respondeu por cerca de 50% das unidades vendidas em fevereiro na Região Metropolitana de São Paulo. No total, foram comercializados 3.728 imóveis novos no mês. O saldo representa uma redução de 31,7% em relação a fevereiro de 2010.

 

fonte: http://www1.folha.uol.com.br/mercado/904118-vendas-de-imoveis-novos-na-cidade-de-sao-paulo-caem-38.shtml

rodape